Petróleo e Gás-Plataforma Flutuante Chega já em 2022

Maputo, 19 de Janeiro de 2021–O país deverá receber a Plataforma Flutuante do projecto de exploração de gás natural em águas profundas, da Área 4 da Bacia do Rovuma, até ao início do próximo ano.

Esta garantia é dada pela MRV, reforçada pelos avanços importantes que se verificam no processo de montagem da Plataforma, que decorre nos estaleiros da Samsung, na Coreia do Sul desde 2018.

Ainda segundo o anúncio feito pelo operador da Área 4 em Novembro último, os 13 módulos de tratamento de liquefação de gás já haviam sido concluídos e decorria a montagem da torre de ancoragem. "Portanto, todo o processo de montagem da plataforma decorre dentro dos prazos pré-estabelecidos no cronograma de actividades acordado com o governo", refere a nossa fonte.

Recorde-se que no transacto dia 5 de Janeiro, o consórcio a MRV, notificou as autoridades moçambicanas sobre a chegada do navio de perfuração Saipem 12000 tendo em vista o reatamento das actividades de perfuração e completação dos 6 poços de produção do Projeto Coral Sul, interrompidas devido ao avanço da COVID19. Estima-se que as actividades em curso sejam concluídas no quarto trimestre do corrente ano.

Referir que o Projecto Coral Sul teve a Decisão Final de Investimento anunciada a 01 de Junho de 2017 e prevê a concepção de uma unidade flutuante de liquefação de gás natural a ser instalada no mar, com capacidade para produzir 3.4 MTPA (milhões de toneladas por ano), usando os recursos provenientes do reservatório isolado Coral Sul com potencial de recurso de cerca de 15.7 TCF’s.
Num investimento de 7 biliões de dólares norte americanos, o projecto poderá gerar lucros directos na ordem dos 39.1 biliões dos quais cerca de 19.3 biliões de dólares para o Estado Moçambicano durante a duração do projecto que é de 25 anos. A Área 4 é operada pela Mozambique Rovuma Venture S.p.A. (MRV), que detém 70% no contrato de concessão de exploração e produção da Área 4 e inclui ainda a Empresa Nacional de Hidrocarbonetos E.P. (ENH), a Galp Energia Rovuma B.V. e KOGAS Moçambique Ltd., cada uma delas com 10% de interesse participativo.

Para mais informações por favor contacte a Unidade de Comunicação através do e-mail comunicacao@inp.gov.mz ou pelo telefone 21248300.