News

Na sequência das auditorias aos custos recuperáveis dos Contratos de Concessão para Pesquisa e Produção (CCPP) das Áreas 1 e 4 offshore da Bacia do Rovuma, respectivamente, relativas aos exercícios 2015, 2016 e 2017, informamos que o INP, com o apoio da empresa britânica Bayphase Geologists, Engineers and Investment Analiysts, finalizou o processo de certificação dos custos declarados como recuperáveis nos anos acima mencionados, tendo-se apurado que dos cerca de 2 biliões de dólares norte americanos (1.967.028.366 bilião de dólares norte americanos) declarados pelas concessionárias das duas áreas, cerca de 33 milhões de dólares norte americanos (2%) não foram considerados elegíveis para recuperação. 

Read more

Maputo 31 de Janeiro 2020 - Com o objectivo de alinhar estratégias para a implementação do próximo programa de treinamento de força de trabalho, o Instituto Nacional de Petróleo (INP), a Field Ready Alliance e parceiros mantiveram um encontro multissectorial, na última quinta-feira, numa das instâncias hoteleiras da cidade de Maputo.

Read more

Maputo, 14 January 2020–Partners of Area 4 launched today the hull of the Coral Sul Floating Liquefied Natural Gas (FLNG), a treatment and liquefaction facility. The FLNG is part of the Coral Sul project that will put in production 450 billion cubic meters of gas of the Coral reservoir, offshore Mozambique. The lauch ceremony took place today at Samsung shipyards in Goeje, South Korea. This event marks the beginning of surface assembly of the FLNG South Coral Floating Platform.

Read more

“ Celebrando 10 Anos da Descoberta de Gás na Bacia do Rovuma- A Descoberta que Mudou Moçambique “

26-02-2020 O Instituto Nacional de Petróleo (INP) organizou hoje a cerimónia que assinala a passagem dos 10 anos desde a primeira e a maior descoberta, registada até a data, de reservas de gás da Bacia do Rovuma. 

Ponto de Situação Sobre o Conteúdo Local Nos Projectos das Bacias de Moçambique e Rovuma

Maputo, 13 de Fevereiro de 2020 - Em conferência de imprensa realizada ontem, o Presidente do Conselho de Administração do INP, Carlos Joaquim Zacarias, deu o ponto de situação do envolvimento dos nacionais nos projectos de gás natural em implementação nas Bacias de Moçambique e Rovuma, quer em termos de inserção de mão-de-obra assim como em termos de bens e serviços providenciados por empresas registadas em Moçambique e detidas por moçambicanos.